Pesquisar entre um período de datas:
 /  /   até   /  / 
Data no formato dd/mm/aaaa

Centro de universidade que pesquisa ambiente é multado por poluí-lo
(29/01/2009)

Por admin

Um centro de pesquisas marítimas da UFPR (Universidade Federal do Paraná) foi multado em R$ 120 mil por danos ambientais. Entre os principais financiadores de projetos do CEM (Centro de Estudos do Mar), estão o CNPq (Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico) e a Petrobras.

O IAP (Instituto Ambiental do Paraná) aponta que, entre outras irregularidades, a unidade do CEM em Pontal do Paraná, no litoral paranaense, lançou irregularmente esgoto em um canal e depositou substância nociva à saúde humana em uma área de preservação permanente.

O lançamento irregular do esgoto ocorreu em um canal que deságua no rio Perequê e que fica no entorno da universidade. Além disso, diz o IAP, o CEM descartou diretamente formol em um manguezal considerado área de preservação permanente. O órgão ambiental elenca também entre as irregularidades "a construção de uma marina sem orientação ou anuência do IAP".

O instituto fez uma série de recomendações à direção do CEM visando sanar os riscos ambientais naquela região.

O secretário do Meio Ambiente e Recursos Hídricos do Paraná, Lindsley da Silva Rasca Rodrigues, criticou o CEM. "A forma como está sendo feita a gestão daquele espaço colocava riscos severos ao ambiente local; ao mangue, ao rio, ao mar."

Outro lado - O pró-reitor de Administração da UFPR, Paulo Krüger, diz que o centro de pesquisas já deu início às medidas recomendadas pelo IAP, mas que irá recorrer das multas. "As obras de regularização já estão todas sendo verificadas. Faremos nossa defesa. O CEM é um órgão que está ali para manter e preservar. Seria o último a fazer propositadamente um mal ao meio ambiente." (Fonte: Fonte: José Eduardo Rondon/ Folha Online)

 

  As imagens foram cedidas por Miguel von Behr